Lidewij Edelkoort é uma trend forecaster, que viaja o mundo estudando a evolução das tendências socioculturais, para depois repartir essa informação com seus clientes de diversas industrias como moda, têxtil, interiores, automobilística, cosméticos, varejo e alimentação. Em sua empresa Trend Union, baseada em Paris, Edelkoort cria livros de tendências dois ou mais anos a frente, que são ferramentas usadas por estrategistas, designers e marqueteiros de marcas internacionais.
Presta consultoria para diversas empresas importantes do mercado como por exemplo a Coca-Cola , Nissan,  Lacoste, Camper, Disney, Estée Lauder, Galeries Lafayette, GAP, Jean Patou, L’Oréal, Mattel, Marks & Spencer, Seibu, Seiko, Siemens, Shiseido e Whirlpool, dentre muitos outros clientes.
Na indústria têxtil, Edelkoort deu consultoria para Premiere Vision, Pitti Filati, Prato Expo, Woolmark, Luigi Botto, Cone Denim, Cerruti, Rubelli, Ermenegildo Zegna, Mohair South Africa, Netherlands Interieur Instituut e Sindicato Industrial de seda de Como.
Os seus livros de tendências criados para a Trend Union são vendidos para empresas como Armani e Zegna, e em lojas de varejo, de Zara a Prada. 
Edelkoort também foi convidada por vários bancos, seguradoras, administradoras e incorporadoras a apresentar as tendências em estilo de vida, para empresas como Accenture, ABN Amro, Bouwfonds, Rabobank, Associação de Bancos Suíços e Associação Suíça de Imobiliárias (SVIT).
Tendo dirigido a famosa Academia de Design Eindhoven de 1998 até 2008 e fundado o Designhuis (centro cultural para a promoção do design). Em 2011, Edelkoort fundou o School of Form, uma escola de design em Pozman, Polônia, especialmente para estudantes do Leste Europeu, com um currículo que mistura estudos em design e humanidades.
Desde 1992, as revistas de Edelkoort tem ajudado a redefinir a mídia editorial, atuando como inspiradoras bíblias de estilos, que tem se tornado ideogramas de seu tempo. View on Colour, InView e Bloom são ferramentas de tendências usadas por profissionais criativos e amadores ávidos ao redor do mundo. 
Edelkoort foi reconhecida como um nome muito importante para o design de interiores holandês com o premio Woonbeurs em 2001. Em 2003, a revista TIME a nomeou como uma das 25 Pessoas Mais Influentes em Moda, em termos mundiais, enquanto que no ano seguinte ela foi nomeada uma das 30 Pessoas Mais influentes em Design pela revista Icon. Em 2004, ela recebeu o premio Grand Seigneur da Holanda por seu trabalho em moda e têxteis. Em 2005, Edelkoort recebeu um premio por sua carreira do Aid to Artisans e em 2008, um titulo de Doutorado Honoris Causa em Artes pela Universidade Nottingham Trent. No mesmo ano, o Ministro da Cultura da França a nomeou Chevalier des Arts et des Lettres  e a família real holandesa a nomeou Cavaleiro da Ordem de Oranje Nassau.
Como curadora de exposições ao redor do mundo, Edelkoort criou exibições de design memoráveis para o Museu de Arte Contemporânea de Chicago, Nordiska museet de Estocolmo, Museu de Arquitetura de Moscou, Design Museum Holon em Tel Aviv e o museu 21_21 DESIGN SIGHT de Issey Miyake, em Tóquio. Sua carreira em previsão de tendências foi também assunto da Archeology of the Future, uma retrospectiva itinerante que foi exibida em Paris e na Holanda em 2008-2009. No Salone del Mobile.
De Milão, ela foi curadora do Talking Textiles, uma exibição itinerante que fazia parte de uma iniciativa contínua para a promoção da sobrevivência dos têxteis e talentos criativos jovens. Ela também foi apontada pela Louis Vuitton em Journey to Excellence, em colaboração com Erwin Olaf no Rijksmuseum de Amsterdã, como uma das Sete Figuras Culturais Mais Importantes da Holanda.
Em 2012, Edelkoort recebeu o premio cultural de maior prestigio na Holanda, o Prins Bernhard Cultuurprijs. Em 2013, ela foi curadora da M0BA 13: Fetishism in Fashion, um grande festival internacional de exposições em moda e eventos auxiliares em Arnhem, que foi acompanhado por um blog e uma publicação de capa dura de grande sucesso (Frame). A Faculty for Royal Designers da RSA da Grã-Bretanha nomeou Edelkoort 2014 Designer Honorária para a Indústria (RDI) em reconhecimento de sua carreira pioneira.  
Em 2014 também lançou a publicação de um novo livro Bloom, inspirado pelas maravilhas naturais do Brasil.